“Porque pensar positivo influencia?”

Uma razão básica é que tudo o que você pensa seu cérebro registra e não distingue se é real ou imaginado.

Se você pensar: “Vai dar errado”, ele realmente acredita, e envia essa informação para todo seu organismo através de hormônios, e de alguma forma cada célula é informada.

A missão de seu cérebro é sempre preservar sua existência, e como bom guardião entra rapidamente em estado de prontidão, se a informação é de algum risco.

Se pensar: “Vai dar certo”, ele realmente acredita, e enche seu organismo de hormônios correspondentes a bem-estar, entusiasmo e foco.

Você pode imaginar o impacto de qualquer pensamento em seu organismo!?

Com qual contexto mental e hormonal será mais fácil ter sucesso em qualquer circunstancia??

Pode ser facilmente comprovado que preferimos estar perto de pessoas positivas. O inverso é naturalmente verdadeiro. Se nossa energia esta positiva as pessoas sentem-se confortáveis em nossa companhia, e muitos caminhos se abrem ou tornam-se mais fáceis em função disso.

Somos capazes de influenciar o ambiente à nossa volta, ou sermos influenciados, e até absorvidos energeticamente por ele. Ocorre muitas vezes um “confronto” de energias, e a mais forte passa a liderar. Quando duas energias se “identificam” acontece um daqueles “momentos mágicos” onde tudo flui.

Mas como positivar pensamentos??

O que sugiro não é que pratiquemos o “pensamento magico”, sem base na realidade, tipo: “Tudo vai dar certo!”, mas sem saber como poderá dar certo, quais as chances, ou o que é necessário ser feito.

O que proponho é treinar para “refinar” nossa mente, eliminando pensamentos desnecessários, ineficientes e tóxicos.

O treinamento mental de observar os próprios pensamentos e selecionar os que tem utilidade ou não pode ser uma descoberta poderosa em um processo de positivação da mente. Tornar-se consciente dos pensamentos que nos levam para frente, os que paralisam e os que simplesmente não servem para nada.

Um número bastante razoável de pensamentos negativos são “lamentos” e estão a serviço de “vitimações” e “medos”.

A pratica de identificar esses pensamentos pode nos levar a resolver “vazamentos de energias” que nos enfraquecem.

Sugiro que ao identificar algum deles simplesmente classifique: “desnecessário”, e o solte.

Essa prática vai criando clareza sobre próprio pensamento e desenvolvendo a habilidade de “escolher” pensamentos que sejam uteis para seus objetivos e para seu bem-estar.

Nossa mente está a nosso serviço, e poderá estar fazendo um mal serviço se não soubermos administra-la bem.

Quando você define com firmeza uma “intenção positiva”, seja sobre um objetivo ou um estado interno, tem claro o que quer e porque, isso funciona como uma mensagem para sua mente. Seu cérebro abre-se, consciente ou inconscientemente, para captar qualquer informação que seja relevante, aciona hormônios de foco e atenção. Todo seu organismo terá essa informação e trabalhará em função dela.

Gera-se, através da mente, uma força positiva definida por uma “intenção clara” com base e chance real.

Pensar positivo não é magica, é realidade concreta, neurológica, energética, que não exclui esforço, determinação, boas escolhas, conhecimentos e habilidades correspondentes aos objetivos.

Pensamento positivo é ter uma mente aberta, consciente e responsável pela criação da sua própria história, querendo que seja uma história que vale a pena ser contada.

Berenice Kuenerzv